Shalom

Sobre escolher amanhecer todos os dias

O espetáculo “O último anoitecer” trouxe uma mensagem de fé, esperança e coragem com uma linguagem jovem, que levou o público a conhecer histórias do cotidiano, de pessoas que perderam totalmente o sentido da vida, e a encontraram novamente num convite a tocar na dor dos outros.

E se você pudesse transformar a vida de outras pessoas com um simples sorriso, um consolo, um abraço? E se a sua vida encontrasse um sentido diferente, ao tocar a vida do outro, sabendo que ali existe alguém amado por Deus? O público da primeira noite de Halleluya Natal pôde viver essa experiência através do espetáculo “O último anoitecer”, produzido pelo Projeto Artes da Missão de Natal. 

O espetáculo trouxe uma mensagem de fé, esperança e coragem com uma linguagem jovem, que levou o público a conhecer histórias do cotidiano, de pessoas que perderam totalmente o sentido da vida, e a encontraram novamente num convite a tocar na dor dos outros.

Esse movimento de olhar o outro com misericórdia, ver a dor dele e cuidar, mesmo que nas pequenas coisas, tem o poder de transformar tanto quem ajuda como quem é ajudado. “Precisamos ter essa disposição para tocar no Deus que habita no outro, e saber que existe um Deus que nesse tempo passa fome, que chora e sofre no outro, esperando por nós”, explica Lienyson Lopes, um dos autores do espetáculo. 

O autor explica que o espetáculo vem também como um alerta sobre a necessidade das pessoas estarem abertas a receber ajuda, quando precisam.  “Às vezes as pessoas estão expostas e, ao mesmo tempo invisíveis, pois não se abrem para serem ajudadas, e acabam perdendo totalmente as esperanças”.

O Halleluya Natal este ano tem o tema “Valorização da vida”, e traz um convite muito especial à reflexão sobre a importância da vida, sua preservação e cuidado. Todos que chegam ao Festival são incentivadas a não desistir frente aos desafios da vida, mas sim a olhar com esperança para um Deus que de tudo cuida e a todos ampara. E ao final, sempre escolher amanhecer. 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *