Igreja

Testemunho da brasileira que convidou Papa Francisco para o seu casamento

O casamento de uma brasileira celebrado pelo Papa Francisco no Vaticano correu o mundo. 

A surpresa foi geral, com exceção dos noivos: o Papa Francisco se apresenta para selar a união de Letícia e Luca. O local do evento fica a dois passos da residência pontifícia; da Casa Santa Marta até a Igreja de Santo Estevão dos Abissíneos, são necessários menos de cinco minutos a pé.

O convite

Mas não se tratou de uma coincidência ou de uma mera “surpresa”, pois Letícia e Luca convidaram o Santo Padre para o casamento. Foi sob o pontificado de Francisco que os noivos se conheceram e o convite foi uma forma de agradecimento. “Um belo dia recebemos a resposta de que ele ficaria muito feliz em presidir a missa. Mantivemos o segredo para preservar a intimidade desse momento, como queremos continuar a manter daqui em diante.”

A presença de Francisco, portanto, não foi casual, mas a coroação de um longo e tribulado percurso, como o de tantos casais, superado com muita fé e a partir da vivência dos valores do Evangelho.

Neste relato, Letícia conta os bastidores de sua história de amor. Um dos momentos mais dramáticos, foi a descoberta semanas antes do casamento de um câncer que impediu ao pai da noiva de participar da cerimônia.

“Eu sempre pensei que fosse chorar o casamento todo, mas eu só conseguia sorrir e louvar a Deus em minha alma por todas as maravilhas feitas em nossas vidas”.

Ambos deixaram seus empregos no Vaticano, ela ex-funcionária dos Museus Vaticanos e ele ex-integrante da Guarda Suíça, para escrever juntos um novo capítulo de suas vidas. Mas fica o convite de Letícia:

“Hoje queria convidar quem ouvir essa minha mensagem a fazer esse passo de encontro com Jesus, quem eu tenho certeza que tem batido na porta do coração de tantos jovens que buscam a Verdade e a felicidade. Vale a pena de verdade viver o Evangelho! Não é fácil, mas é a única via para a paz verdadeira”.

Testemunho de Letícia na íntegra

Eu sou a Letícia, brasileira de Cruzeiro, SP, e sábado passado me casei em Cristo com o Luca, suíço de Berna! Estamos muito felizes por ter celebrado esse sacramento maravilhoso junto com nossas famílias e amigos. Todos que nos conhecem sabem que ambos deixamos tudo para seguir a missão de servir a Igreja e o Santo Padre em Roma, investindo nossos talentos pelo Evangelho.

Nessa estrada nos encontramos, em um jantar logo após um jogo de futebol entre trabalhadores do Vaticano; nos apaixonamos, começamos a namorar e vivemos sempre os valores cristãos no nosso relacionamento e Deus nos encheu de graças e benção. Tivemos muitas tribulações da vida nesse tempo, mas que nos fizeram crescer como casal. Deus esteve sempre no centro de tudo e nos proporcionou uma experiência profunda de Igreja em nosso tempo em Roma, desde as obras de caridade locais até a JMJ, o Sínodo dos jovens e muitas outras iniciativas nas quais estivemos ativamente envolvidos, como tantos outros jovens empenhados em viver o Evangelho.

Cerimônia no Vaticano

Começamos a preparar cada detalhe da cerimônia no Vaticano para fechar com chave de ouro esse capítulo decisivo de nossas vidas e poder cumprimentar os amigos que encontramos nessa parte da nossa estrada ao céu. Só o livro da missa demorou mais de 7 meses para ficar pronto pois cuidamos de cada detalhe da liturgia acompanhados pelo nosso diretor espiritual, Pe. Thomas Widmer.

A preparação não foi nada fácil, tivemos que fazer quase tudo sozinhos, mas desde o início confiamos tudo a Maria, a noiva por excelência, e tudo correu muito melhor do que imaginávamos. Até o nosso amado Santo Padre em pessoa, a quem lá no início decidimos doar nossas vidasse preciso, presidiu nossa missa e ficamos obviamente muito felizes e honrados com a notícia. Ele foi e é nosso Pastor e nos fez e faz crescer a seguir Cristo. Escrevemos uma carta ao Papa agradecendo, pois servindo-o nos encontramos, e convidando-o para a cerimônia tão perto de sua casa. Um belo dia recebemos a resposta de que ele ficaria muito feliz em presidir a missa. Mantivemos o segredo para preservar a intimidade desse momento, como queremos continuar a manter daqui em diante.

Semanas antes do casamento

As semanas anteriores ao casamento foram muito sofridas para mim. Meu pai descobriu um câncer no estômago, teve que remover todo o órgão e até agora está internado no hospital e não pode vir a esse momento tão sonhado por nós. Mas eu confiei e confio no amor de Deus e desde o momento que desci do carro para entrar na igreja senti a paz profunda do Espírito Santo. Eu sempre pensei que fosse chorar o casamento todo, mas eu só conseguia sorrir e louvar a Deus em minha alma por todas as maravilhas feitas em nossas vidas.

Hoje queria convidar quem ouvir essa minha mensagem a fazer esse passo de encontro com Jesus, quem eu tenho certeza que tem batido na porta do coração de tantos jovens que buscam a Verdade e a felicidade. Vale a pena de verdade viver o Evangelho! Não é fácil, mas é a única via para a paz verdadeira. Um abraço a todos vocês e espero que todos realizem a vocação que Deus sonhou desde o início dos tempos para cada um!


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Que Deus perpetue as núpcias. Que. essa felicidade se eternize e que o seu pai se recupere e possa desfrutar desse encontro no qual o Senhor Jesus se coloca como o alicerce sólido e inabalável.

  2. Fico muito feliz em ver jovens que zelam pela busca de um bem maior que é Cristo, rezo por suas vidas e seu casamento, que Deus os sustentem a cada dia, a cada passo que vocês derem. Eu e minha esposa faremos agora no final do ano 9 anos de casados, as tribulações sempre existirão, mas a fé naquele que tudo pode vencer é muito maior, por isso eu digo não desistam nunca!