Shalom

Timidez: como a arte me ajudou a superá-la

Quando focamos no outro, esquecemos os medos e preocupações que trazemos. Quando nos descobrimos nos talentos que Deus nos deu, nos tornamos felizes em levar às pessoas a alegria de sair de nós mesmos.

Falta de desembaraço, acanhamento. Quantas vezes nos sentimos assim. A timidez muito mais que um traço de personalidade é vista por muitos como um hábito, trazido do seio familiar, cultural ou fruto de alguma realidade que nos faz mais retraídos e tendenciosos ao isolamento.

Mesmo os mais extrovertidos experimentam algum grau de timidez, isso porque naturalmente tendemos a preservar nosso interior, o sagrado mais profundo.

Feliz notícia é que Deus nos deu talentos para administrarmos! Só que muitas vezes os sufocamos por não termos a audácia de nos mostrar. Sim, a timidez é a falta de reconhecimento de nossas potências.

Desde o início da Comunidade Católica Shalom Deus inspirava em nosso fundador Moysés Azevedo uma verdade que para os tímidos pode ser um caminho a ser trilhado: “A felicidade e a paz eu as encontrei a medida em que me esquecia de mim mesmo e, sem reservas, doava-me a Deus e aos outros. Este doar-se não pode ser calculado, ou mensurado segundo as minhas medidas e capacidades. Ele deve ser sem medidas como sem medidas é o Amor com o qual eu fui amado”.

Quando focamos no outro, esquecemos os medos e preocupações que trazemos. Quando nos descobrimos nos talentos que Deus nos deu nos tornamos felizes em levar às pessoas a alegria de sair de nós mesmos – é nessa hora que nossas potências ecoam.

É portando no ordinário da vida e no tempo de Deus que muitas vezes somos agraciados com algum acontecimento que nos “roubando de nós” nos devolve a nós mesmos, à nossa identidade, tal como Deus nos desejou e criou.

Assim Deus se fez presente na vida de Lucian. Ele que em sua adolescência foi tímido e retraído começou a perceber que a timidez foi diminuindo à medida que servia em sua paróquia: cantando nas missas, no grupo de jovens e participando de eventos de música.

Em 2014 foi convidado por uma amiga para assistir ao espetáculo Filho de Deus Menino Meu, da Comunidade Shalom. Convite aceito e um encantamento sentido ao final daquela peça. Dois anos depois foi a vez de Deus fazer um novo convite também ligado ao espetáculo. Era hora de vencer a timidez e fazer os testes para integrar o elenco que contaria naquele ano a história do nascimento de Jesus Cristo de uma maneira totalmente diferente. Lucian foi aprovado e escolhido para representar São José.   

“Eu pude mergulhar nesse homem incrível e aumentar meu contato com Deus. Foi uma experiência indescritível fazer José e ainda é sempre que apresentamos”.

Lucian que não tinha nenhuma experiência com teatro até participar do musical recebeu total apoio do elenco e da direção artística. A oração muito presente nos ensaios também muito o ajudou.

“Na primeira vez estava muito nervoso, medo de errar, de desafinar, de esquecer as falas. Mas logo que  começou o espetáculo todo esse medo foi embora. Na segunda vez o medo foi um pouco menor, mas até hoje sempre tem esse sentimento de alegria e medo misturados, mas que desaparecem quando as cortinas sobem. Eu sempre rezo para que através da arte, e dos dons de todos, Deus possa tocar o coração das pessoas que estão assistindo, assim como me tocou quando assisti – arte que transmite a verdadeira mensagem do natal”.

Algum tempo já se passou desde o primeiro sim de Lucian para superar a timidez. Existir, ela ainda existe, mas o desejo de evangelizar através da arte é maior.  

A arte tem esse encanto, no fim somos nós a vermos a beleza de Deus espelhada na interpretação dos nossos artistas. A contemplar a beleza de suas potências interiores que por amor decidiram abraçar.

E nós como Comunidade o convidamos a viver conosco essa experiência única: Filho de Deus Menino Meu (FDMM), a história do nascimento de Jesus como você nunca viu.

“O FDMM é um espetáculo completo. Vários espetáculos focam na música e outros só na atuação. Mas esse musical tem os dois reunidos contando uma história linda que é o nascimento de Jesus e de uma forma totalmente inovadora. E o melhor, com a espiritualidade do carisma Shalom”

Lucian Guilherme
membro da Obra Shalom em Belo Horizonte,
atua no Musical de Natal e em outras atividades
do Ministério de Artes.

Serviço

Datas | Horários | Local:

22/12 às 16:30 e 19:30 – Teatro Dom Silvério / São Pedro – BH

Ingressos: Na missão com membros de grupos de oração, das artes ou via Sympla: https://www.sympla.com.br/musical-de-natal—filho-de-deus-menino-meu__407569

Se você está em outra região não perca essa oportunidade, confira a programação local de sua missão.

 

Por Elisangela Assis
Obra Shalom BH


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *