Formação

Uma missão, uma só vocação: anunciar Cristo ressuscitado

Qual “Madalena” é você?

Celebramos neste mês de outubro o mês missionário, bem como temos a oportunidade de reanimar o espírito missionário a partir do exemplo de nossos baluartes, São Francisco e Santa Teresa D’Ávila, e “amigos” da vocação, Santa Teresinha e São João Paulo II. Chega nessa mesma época, para quem trilha o caminho de consagração na Comunidade Shalom, o tempo de auto-avaliação da caminhada vocacional e o discernimento sobre qual o passo seguinte e quais as motivações que impulsionam essa decisão.

Rezando sobre isso, não pude deixar de perceber a contradição dos comportamentos das mulheres, dentre elas Maria Madalena, apresentados no episódio da ressurreição de Jesus nos quatro evangelhos.

No evangelho de Marcos, o primeiro a ser escrito, elas ficam trêmulas e amedrontadas e não dizem nada a ninguém (cf. Mc 16,8). Em Mateus, o segundo evangelho cronológico, as mulheres se afastam do sepulcro com certo receio, mas ao mesmo tempo com alegria e correm para dar a boa notícia aos discípulos (cf. Mt 28,8).

Em Lucas, o próximo evangelho, elas amedrontadas voltam o rosto para o chão (cf. Lc 24,5) reconhecendo sua pequenez diante da grandeza de Deus que estava ali presente e depois vão contar tudo aos onze e aos demais. No último evangelho, Madalena tem papel próprio de um modelo de esposa da nova Aliança. Primeiramente, ela vê o sepulcro vazio (sinal de Deus), mas não entende e procura a Igreja (Pedro) e a comunidade (o discípulo amado). Mesmo na aridez, em virtude da distância do corpo do Mestre, permanece de pé junto ao túmulo como fez diante da cruz. Ao perceber a aparição de Jesus, quis no primeiro momento reter a experiência apenas para si, mas depois cumprindo o mandado de Jesus correu para anunciar que Ele tinha ressuscitado.

Assim podemos nos encontrar em alguma dessas fases apresentadas nos evangelhos. Um só acontecimento, mas diferentes momentos repercutidos nas pessoas de Madalena e das mulheres que podem repercutir o amadurecimento da fé das comunidades destinatárias da boa notícia que passaram do tremor a alegria do anúncio.

Nesse mês missionário e de momento vocacional, qual “Madalena” é você? Lembre-se de que, independente do medo, o Senhor lhe chama a sair em missão assumindo sua vocação de anunciador do Ressuscitado que passou pela cruz. Shalom!


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *