Quadrilha Shalom
Notícias

Uma Quadrilha Shalom para evangelizar

Prestes a completar 15 anos, a Quadrilha Shalom conta com 70 integrantes e uma larga experiência de evangelização através da arte. Além da dança e do teatro das tradicionais apresentações juninas, a Quadrilha traz um diferencial próprio da Vocação Shalom.

O mês de junho vem chegando e com ele muita animação, alegria e comidas típicas em cada arraiá realizado pelo Brasil. Com a missão de evangelizar os jovens nesse período festivo, a Quadrilha Shalom surgiu há 14 anos. O grupo tem transbordado por onde passa a experiência com o Cristo Ressuscitado.

História

Foi no Centro de Evangelização no bairro Cristo Redentor, em Fortaleza – CE, que a Quadrilha Shalom começou a dar seus primeiros passos. De acordo com Luana Matos, uma das responsáveis, os jovens no período junino deixavam de participar dos grupos de oração para se apresentar em quadrilhas.

Os coordenadores do Centro de Evangelização, na época, identificaram a necessidade de se ter também uma quadrilha na missão para que, além de se divertir, os jovens pudessem evangelizar. Então, as primeiras apresentações começaram ainda de forma tímida, mas com um significativo engajamento dos jovens da Obra.

Experiência de evangelização

Prestes a completar 15 anos, a Quadrilha Shalom conta com 70 integrantes distribuídos em equipes. Luana comenta que o diferencial do grupo é a experiência que eles oferecem ao público de cada apresentação. Além dos tradicionais passos de quadrilha e do esperado teatro, eles fazem um momento de oração e de evangelização durante a apresentação.

“Só em falar o nome Shalom as pessoas já esperam algo diferente”, comenta Luana. Os integrantes fazem parte de grupos de oração e também da Comunidade Shalom. São homens e mulheres, jovens e casais, que tiveram uma experiência com Deus e por isso desejam partilhá-la através das artes.

“A nossa missão é levar o Shalom, a Paz, a Alegria para aqueles que necessitam e muitas vezes não sabem, ou não se abrem a outras formas de anúncio… Se você convidar uma pessoa para um Seminário de Vida talvez ela não vá, mas se você convidar para ver uma quadrilha na rua ou em outro espaço, ela vai…” Luana Matos

Preparação: ensaios e oração

Geralmente, o período de preparação da Quadrilha Shalom começa em janeiro e segue até maio para em junho, e algumas vezes até em julho, realizar apresentações nos diversos bairros da capital cearense e também em outras cidades do Estado. Além de se apresentar nos Centros de Evangelização da Comunidade Shalom e nas Paróquias da Arquidiocese, Luana conta que a Quadrilha Shalom muitas vezes é chamada para festivais em lugares diferentes, como casas de famílias, shoppings e outros.

Os integrantes também vivem momentos de formação antes de começar a temporada de apresentações. Eles participam de um retiro em que podem escutar de Deus aquilo que Ele mesmo deseja que a Quadrilha Shalom anuncie. Em 2019, por exemplo, as apresentações têm como tema “Desperta, eis que o Pai te espera”.  A ideia é, a partir da experiência do filho pródigo, falar do Pai da Misericórdia que anseia pela volta de seus filhos.

Testemunhos

Marcio Maciel, integrante da Quadrilha Shalom

“Assim, eu já conhecia a quadrilha Shalom, mais só ano passado que fui tocado por ela, passei a acompanhar a quadrilha algumas vezes por causa de um amigo que dançava e através dele Deus me alcançou e me fez ver que o sentido da minha vida era a oferta, se doar a Deus pra alcançar outras pessoas. E ficou muito claro para mim essa vontade de querer servir, de querer dançar. Este ano com a graça de Deus estou dançando na quadrilha para ter essas experiência de transbordar para outras pessoas esse amor que me alcançou!”

Mateus Costa, membro da Comunidade de Aliança

 

Jéssica Gomes, integrante da Quadrilha Shalom junto com o esposo

Foi através da Quadrilha Shalom que Jéssica Gomes conheceu a Comunidade. Em 2016, ela tinha a meta de dançar em uma quadrilha junto com o esposo. Jéssica recebeu o convite para participar da Quadrilha Shalom e para ela essa experiência foi determinante. Foi a partir da quadrilha que ela começou sua caminhada em um grupo de oração.

Logo após a temporada de apresentações, ela e o esposo fizeram o Seminário de Vida no Espírito Santo e começaram a participar de um grupo de casais do Projeto Família. O que mais chamou a atenção da dançarina foi o Caminho da Paz. Para ela, o itinerário espiritual da Comunidade é algo marcante.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *