Igreja

“Viver a pobreza de Cristo, amar e imitá-lo é o maior segredo da Igreja”

Assembleia Comunitária

 

É tempo de conversão! Foi nesse espírito quaresmal que Emmir Nogueira partilhou neste 10 de março, em Assembléia Comunitária no Shalom da Paz, a mensagem do Papa Francisco para a Quaresma de 2014 , “Conheceis bem a bondade de Nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, Se fez pobre por vós, para vos enriquecer com a sua pobreza” (2 Cor 8, 9) .

A coundadora da Comunidade Shalom aprofundou detalhadamente a mensagem papal destacando que todos os batizados são convidados a viverem a pobreza evangélica, “Você batizado quer conhecer Deus? Dê a sua visão à fragilidade e a pobreza.”,  esclarecendo que quando um pobre reencontra a alegria de viver, ele de fato acredita que Jesus ressuscitou.

“Portanto, é necessário que as consciências se convertam à justiça, à igualdade, à sobriedade e à partilha”, diz o Santo Padre e Emmir complementa: “Viver a pobreza de Cristo, amar e imitá-lo é o maior segredo da Igreja”, ressaltando também a sabedoria de Francisco ao ler que “a riqueza de Deus não passa através da nossa riqueza, mas sempre e apenas através da nossa pobreza, pessoal e comunitária,animada pelo Espírito de Cristo’.

A mensagem do Papa para esse tempo litúrgico da Quaresma foge totalmente das clássicas propostas do jejum, oração e esmola, proporcionando a cada um de nós uma leitura orante. Surge no seio da Igreja uma proposta de despojamento, do que podemos nos privar para ajudar e tocar aos mais necessitados com a nossa pobreza, pois  a verdadeira pobreza precisa doer e não seria válido um despojamento sem a dimensão penitencial.

Confira a mensagem do Papa AQUI e desconfie da esmola que não custa nem dói.

Ângela Barroso


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *