Institucional

Você merece mais do que migalhas

Estamos acostumados a ver casais de namorados que se ferem, terminam e reatam da noite para o dia. Estamos acostumados a ver pessoas que engatam um namoro atrás do outro. Gente que sai à caça nas baladas e nos aplicativos de relacionamento.  Quem aceita receber muito menos do que sabe que merece. É. O problema é este: Acostumamos demais.

No descompasso da vida, as frustrações acumuladas fazem com que muitos se tornem suscetíveis a aceitarem qualquer coisa. O interessante é que nos questionamos diariamente onde está o amor de verdade. Quando foi a última vez que recebemos flores? Um cartão com frases que não foram copiadas da internet? Um gesto de delicadeza mínimo e singular? Do tipo sem preço e elaborado sem pressa.

Endurecemos tanto assim?

Há também quem fique presa ao tipo que vive em cima do muro. Aquele homem que não se decide. A questão é: não se brinca com sentimentos alheios, e quem não é capaz de tomar uma decisão, já está tomando uma. Relacionamento de verdade inclui esforço, escolhas e renúncias, e quem não sabe que rumo tomar, precisa ter o mínimo de respeito e consideração para não empacar a vida da outra pessoa. É necessário atitude e delicadeza para deixar tudo em pratos limpos. O amor inclui esperas, sim, mas não queremos esperar eternamente. Não devemos.

Lindo mesmo é olhar para o lado e encontrar alguém que escolheu ficar. Alguém para quem valha a pena doar seu tempo e seu afeto.  A quem você não tenha que se esforçar demais para caber no mundo dele. Em uma parceria de verdade, ganhamos flores e aconchego. É justo que seja assim. Com manifestações concretas de carinho.

Amor não se implora. Existem os conflitos, é claro, e existem todas as alegrias e frustrações de uma vida a dois. Vem no pacote. Por isso mesmo, tem que colocar terra no vaso e regar todo dia. Os dois. É assim: É aprendizado, ninguém chega pronto. O que não dá é pra ficar economizando mimos, ter medo de expressar sentimentos, ou viver em uma eterna espera, que te anula, que te fere. Não. Temos que viver o relacionamento com o outro em toda a sua imensidão. Tão humana. Tão divina.

Sabe o que? Seja a pessoa que Deus te chama a ser. Só aceite o amor que vier do tamanho que merece.  E nunca mais se contente com migalhas.

 

** Marília Saveri (Redação, Shalom São Paulo).


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Achei lindas as palavras. Estou nesse processo de aceitação. Aceitar que meus planos e sonhos nem sempre são os de Deus. Encontrar alguém para caminhar junto também Vem dos céus. Esta com alguém SÓ por estar ñ completa, ñ dura. Aceitar que ñ fui chamada a viver essa experiência é triste, por muitas vezes me machuca. Mas tenho que lembrar sempre que os planos do Senhor, são maiores e melhores que OS meus. E que tudo tem um propósito basta confiar. E assim vou seguindo, chorando, sofrendo… mas acreditando que Deus me ama e que a vida com Jesus é sempre muito mais feliz.