Institucional

Você sabe o que é Jovem em Missão?

Se você deseja viver uma experiência de envio missionário e dedicar um ano de sua vida exclusivamente à evangelização, a serviço da Igreja, venha ser um Jovem em Missão na Comunidade Shalom. Conheça esta iniciativa e veja como fazer parte desta aventura!

jovem em missãoNascida no meio dos jovens, a Comunidade tenha para com eles amor e dedicação especiais. Sem descuidar das demais dimensões do apostolado, dedique especial carinho ao acolhimento e apostolado da juventude” (ECCSh Preâmbulo). Este trecho dos nossos Estatutos é o ponto base para compreendermos e conduzirmos bem todo o processo do “Jovem em Missão” na nossa Comunidade. Para nós, jovem em missão é todo aquele que teve uma experiência de Deus comprovada, que caminha num grupo de oração e quer dedicar de um a dois anos da sua vida em missão.

Embora já tivessem ocorrido experiências dessa natureza ao longo da his- tória da Comunidade, foi entre os anos de 2006 e 2008 que o Jovem em Missão ganhou definição mais clara. Em 2008, durante uma pregação no Congresso Nacional da Juventude, em Natal-RN, Moysés Azevedo inflamava os jovens e os incitava a partir em missão, a fazer uma experiência missionária na Comunidade Shalom, dando um tempo de suas vidas numa oferta concreta a Deus por meio da ida para outras terras. O intuito dessa proposta era fazer o jovem experimentar concretamente do mandado de Cristo aos Seus discípulos: “Ide, portanto, e fazei que todas as nações se tornem discípulos” (Mt 28,19). Dessa forma, foi se forta- lecendo na Comunidade a inspiração de jovens partirem em missão, mesmo que não sejam membros efetivos da mesma.

Para que esta novidade possa ser terra boa, que acolhe a semente lançada e gera incontáveis frutos, ela precisa ser bem vivida. Portanto, é necessário ter clareza dos objetivos a serem alcançados em relação à vida do jovem que parte em missão. Tais objetivos devem ser bem compreendidos antes, durante e depois da experiência missionária dele. Ou seja, é preciso prepará-lo bem para partir, pastoreá-lo bem quando estiver vivendo a experiência missionária e conduzi-lo a um retorno que o faça seguir toda sua vida na busca por Deus e no desejo de ofertar sua vida a Ele, até o último dia.

Missão e vocação

Temos tido a graça de ver muitos jovens que já viveram a experiência do Jovem em Missão e que, por ela, ou nela, tiveram a graça de discernirem sua vocação e ingressarem tanto na Comunidade de Vida como na Comunidade de Aliança.

Chamados a ter um amor e dedicação especial aos jovens, os membros da Comunidade precisam cuidar da formação e condução do jovem, tanto na Casa Comunitária, como na vida apostólica, pois o querer de Deus é que ele cresça e retorne da missão muito mais amadurecido na vida espiritual, na sua humanidade e na identidade vocacional, tornando-se resposta para a Igreja e para a humanidade.

A Assessoria Jovem envia e acompanha o jovem em missão, buscando em tudo favorecer condições para a sadia vivência desse tempo. No ano de 2012, foram enviados 54 jovens. Em 2013, mais de 70, e até março de 2014 já temos por volta de 25 pedidos de jovens para partirem em missão.

Que cada jovem, como nos pede o Papa Francisco, possa “ir sem medo para servir” anunciando a verdadeira felicidade, que é Jesus Cristo, a tantos outros jovens que ainda não O conhecem!

Perfil do jovem em missão

Como principal pré-requisito para partir em missão, o jovem deve ter tido experiência autêntica com o amor de Deus e buscar conversão de vida segundo os valores do Evangelho. Deve ter, no mínimo, 18 anos de idade e um ano de frequência em grupo de oração. É necessário também que tenha concluído o ensino médio e, caso esteja na universidade, deve trancar o curso. Quanto à saúde, deve possuir condições físicas e psíquicas que o possibilite viver comunitariamente e desempenhar atividades apostólicas na Obra Shalom.

O que fazer para ser um jovem em missão?

1. Procurar o coordenador do PJJ e ser acompanhado por ele.
2. Após o acompanhamento com o coordenador, tendo discernido ser vontade de Deus o partir em missão, preencher o Questionário de pedido de missão e entregar ao coordenador.
3. O coordenador do PJJ enviará junto com o questionário um parecer referente ao pedido para a assessoria jovem.
4. Depois é só esperar a missão a qual será enviado, partir e servir. Aos que não participam da Obra Shalom por não ter missão na sua cidade podem entrar em contato com a Assessoria Jovem através do e-mail: jovememmissao@comshalom.org ou assessoriajovem@comshalom.org

Fonte: Shalom Maná

Confira também:

Projeto Juventude para Jesus comemora 25 anos


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Sou católico e gostaria de saber qual o método usado para aferir ou comprovar uma experiência autêntica com o transcendente?

    1. Frank, obrigado por sua participação! Primeiramente, é importante esclarecer algumas coisas. Quando falamos de Deus (ou do transcendente, como você preferiu), não estamos falando de uma coisa que possar ser pesada ou medida, mas pode ser sentida. Nem tudo que existe pode ser medido, pesado. Por exemplo: o amor, a amizade, a sinceridade, o carinho. Você sente que essas coisas existem, são reais, condicionam grandes decisões em sua vida, mas você não tem como pegar na mão e explicar, entende? Os próprios cientistas, em suas ânsias pelo conhecimento, se deparam com coisas que existem, são reais embora não possam explicar. Como missionário, o critério que uso para saber se uma pessoa teve uma autêntica experiência de Deus (ou com o transcendente) é uma autêntica mudança de vida. Como missionário, já vi assassinos violentos se tornarem homens misericordiosos e pacíficos, pessoas arrogantes e orgulhosas tornarem-se humildes e servidoras. São coisas assim que muitas vezes desafiam critérios de psicologia, medicina, etc. Para resumir, quer saber se uma pessoa teve de fato uma experiência de Deus? Olhe se houve uma autêntica e crescente mudança de vida. Espero ter ajudado, Deus abençoe!